Dicas – Parque das Cinco Terras, Itália

Agora que passou um tempo da nossa viagem, vou tentar escrever algumas dicas para quem está planejando ir para os mesmos lugares. Cinco Terras merece ser o primeiro destino a ser considerado neste projeto. Primeiro porque é difícil encontrar muitas informações sobre e segundo porque um amigo pediu para mandar umas dicas, então estou unindo o útil ao agradável :)

Bem, quando eu estava planejando a viagem pra lá, surgiram algumas perguntas. Vou responder uma por uma e passar mais algumas informações úteis. Se tiver alguma dúvida, deixe também seu comentário que farei o possível para responder.

– Melhor chegar de carro ou de trem?

Trem, sem dúvida. O acesso por carro parece meio difícil (não dou certeza, pois fomos de trem) e certamente será complicado de circular com o carro pelas 5 Terras. Não sei também se seria fácil devolver o carro em La Spezia e fazer a rota do parque de trem, mas me parece que não. De trem é super tranqüilo. As estações são mal sinalizadas e não há ninguém para dar informações, mas você precisa ter em mente uma regra: sempre, sempre, sempre valide o ticket nas máquinas amarelas que ficam espalhadas nas estações. É bem fácil e as máquinas estão geralmente visíveis. É só enfiar o papelzinho, segurar uns instantes e pronto. Validado!

Para comprar o ticket de qualquer cidade para La Spezia (cidade que fica mais próxima do Parque), acesse o site da Trenitália e compre online. Muita gente diz que não é possível comprar pela internet, mas eu consegui com um cartão Visa Internacional. Você recebe um código de reserva e ao chegar na estação (saímos de Florença), é só ir em uma máquina de ticket self service com esse código e solicitar a impressão do seu ticket de viagem. Tickets com data marcada não precisam ser validados nas maquininhas amarelas.

Ah, se estiver indo de Florença também, pode comprar o ticket Florença – Pisa – La Spezia. O ticket geralmente vale por 6 horas e você pode dar uma pausa em Pisa, tirar aquela foto de sempre e seguir viagem. Nós optamos ir direto para La Spezia, pois queria aproveitar o máximo possível das 5 Terras e não sabia como seria carregar as malas até a Torre de Pisa.

Quando chegar na estação de La Spezia, procure uma cabine de informações turísticas e lá você poderá comprar o cartão de acesso ao Parque das Cinco Terras (5T Card). Prefira o que dá acesso grátis aos trens e às vans que circulam pelas cidades. Você pode comprar o cartão para 1, 3 ou 7 dias. Não me lembro bem do preço, mas acredito que tenha sido cerca de 30 euros para duas pessoas. Não se esqueça de pedir a grade de horário dos trens, pois será muito útil.

 

– Onde vamos nos hospedar? Em qual das 5 cidadezinhas?

Depende de muitas coisas. Se quer um lugar mais barato, creio que a melhor opção seja La Spezia. Não faz parte das 5 Terras, mas fica cerca de 10 ou 15 minutos de trem. Não tem nada de charmoso e na verdade a cidade é bem feia e suja. Mas se a intenção é economizar, pode ser uma boa pedida. Não recomendo o hotel que ficamos, pois era fedido e estranho :(

Entre as 5 cidades, eu escolheria me hospedar em Monterrosso. É mais moderninha, com vários bares, uma praia linda e muitas sorveterias. É a última cidade do Parque e tem uns hoteizinhos bem charmosos a beira-mar. Deve ser a mais cara também. Vernazza tem um certo movimento à noite, mas é mais rústica. Na verdade, se quiser fugir do clima mais moderno e sofisticado de Monterrosso, qualquer uma das outras 4 cidades parece ser interessante para se hospedar.

– Como chegar ao hotel, já que carros não circulam?

À pé. Talvez seja possível também pegar uma das vans que circulam algumas das cidades, mas dependendo do horário, estará lotadérrima de turistas e será um pouco difícil subir com malas. Lembro que Monterrosso e Corniglia têm este serviço de van. Não cheguei a ver nas outras cidades. Procure se hospedar em algum hotel perto das estações ou vai sofrer bastante para subir os morros e escadarias carregando malas, principalmente se forem pesadas como as que levei.

– Será que vamos agüentar as caminhadas e os sobe e desce?

Essa é a parte fácil. Tudo é tão lindo, que pouco importa o esforço físico. Fui em maio e o sol estava castigando bastante. Não se esqueça do protetor solar e de um chapéuzinho. Não é assim tão desesperador quanto dizem. A Via dell’Amore é beeem tranquila, até mesmo para quem morre de medo de altura como eu. Na verdade, o medo não impediu de conhecer nada por lá e mesmo o Marcos, que está um pouquinho acima do peso, fez os trajetos todos sem morrer :)

Manarola tem um morro bem acentuado pra subir em direção às plantações de uva e ao presépio, mas não desanime. É lá de cima, da trilha do presépio, que você terá a vista mais linda das 5 Terras!

Algumas dicas que só quem já foi pode dar:

    • Vá comer no restaurante que fica no pé do castelo de Vernazza – acho que se chama Belforte. É um pouco caro, mas não absurdo. O molho de tomate é absurdamente bom e vale a pena experimentar o vinho feito ali mesmo, nas 5 Terras. A vista lá de cima é simplesmente maravilhosa. É o restaurante que fica lá em cima das pedras, bem de frente pro mar. Dá pra imaginar algo mais romântico e lindo?

      (Dizem que em alta temporada é necessário fazer reserva. Fomos em maio e conseguimos uma mesa “na sorte” mesmo).

    • Ao chegar em Corniglia, espere um pouco onde tiver um monte de turistas parados e logo surgirá um micro-ônibus, que leva para a cidade, que fica beeem no alto. Se comprou o 5T Card, é de graça. Se for do tipo atleta, pode escolher subir pela  escadaria de 365 degraus. Não sei onde fica a entrada da escada, pois demos a sorte de chegar e o ônibus estar parado no ponto.Quando chegar ao centro da cidade, procure o terraço. É um lugar de onde se tem uma vista espetacular do mar. Esta é a cidade que tem mais lojinhas também.
Ah, o mar de Corniglia…
  • Em Monterrosso, se quiser caminhar pela praia, leve um chinelo. A praia não é de areia e sim de pedra. Uma pedra preta, redondinha e quente pra caramba. Não dá pra caminhar nela sem queimar o pé.

 Dicas que todos dão e que vale mesmo a pena:

    • Fazer a Via dell’ Amore que liga Riomaggiore a Manarola, à pé. A vista é espetacular, a caminhada é fácil e se estiver com seu amor, dizem que vocês ficarão juntos para sempre ao cruzar este caminho mágico. Se quiser dar uma forcinha pro destino, coloque um cadeado com seus nomes em algum dos diversos pontos que os casais escolhem para homenagear o amor.

      Cadeados na Via Dell’Amore
    • Entrar o máximo possível nas vielas e ruazinhas apertadas das cidades. Só assim você vai sentir a cidade e conhecer umas lojinhas escondidas e ver de perto as casinhas multi-coloridas.

 

  • Dizem também que fazer a trilha a pé entre as 5 cidades é demais. Nós não tínhamos muito tempo, então preferimos fazer as rotas de trem (3 a 6 minutos entre cada cidade) e aproveitar mais dentro de cada uma delas. Ficamos apenas 2 dias, mas foram incríveis. Pretendo voltar um dia!

*PS: Agora uma notícia triste: acabei de saber que dia 25 de outubro teve uma inundação que estragou boa parte do centro de Monterrosso e Vernazza. As outras cidades ficaram intocadas. A população já está trabalhando para reconstruir as duas cidades, que tanto me marcaram e estão pedindo doações. Se você já foi ou pretende ir para 5T, por favor, ajude doando alguma quantia, por menor que seja. Não fará diferença nenhuma pra você no final do mês e pode fazer uma mega-diferença para o povo de lá, além de ajudar a preservar um dos lugares mais lindos do planeta.

E não deixe de ir se estiver planejando viajar pra lá. Agora é o momento em que eles mais precisam de turistas e, provavelmente, você conseguirá preços melhores para se hospedar. Vá conhecer um dos lugares mais lindos do mundo e, de quebra, participe da História, ajudando a reconstruí-lo :)

Para doar, acesse: http://aid.cinqueterre.com/


Comentários

Comentários

One thought on “Dicas – Parque das Cinco Terras, Itália

  1. Pingback: Planejando Cinque Terre « MJTrips

Add Comment