Conhecendo o Vaticano

Bem hoje fechamos o dia com duas partes:

Parte 1: Visitar mais alguns pontos turísticos da cidade que estavam faltando

Parte 2: Vaticano

Saíamos bem mais tarde hoje do hotel, era umas 10 e poko, mas não pense que perdemos a hora. Pelo contrário,. acordamos cedo mas saímos mais tarde porque compramos a entrada do vaticano na internet para pular a fila e pesquisamos o que iríamos fazer durante o dia.

Pegamos o metrô e fomos até a praça da república que é um ponto turístico sem muita graça, só um prédio que forma um círculo. Do outro lado da rua tem uma igreja “Santa Maria Degli Angeli” que é muito bonita, além de ser bem antiga ela foi desenhada por Miguel Angelo ( Aquela tartaruga ninja sabe ? ) e dentro dela também há várias estatuas e coisas magníficas.

Incluse hoje tinha um morto lá em exposição com um mercedes ENORME esperando ele lá fora. Não sabemos quem era mas parecia ser um padre ou algo assim. Até que tinha bastante gente lá no velório.

Depois disso pegamos novamente o metrô e fomos até a praça “Spagna” onde vimos a fonte Barcaccia que é bem legal e foi feita pelo mega ultra violent hiper artista Bernini.

Da praça Spagna fomos a pé até Ara Pacis, porém quando chegamos lá estava em reforma assim não conseguimos entrar. A Jana ficou bem triste porque era um lugar que ela queria conhecer. Bom, na frente do Ara Pacis se encontra o Mausoleo Augusto que parecia ser demais, é uma construção bem antiga e tem cara de coisa de LOST, alguma estação Dharma ou algo assim, mas ai quando chegamos lá: também em reforma, não conseguimos entrar. Que beleza!

Paramos para almoçar, comemos uma pizza básica ( não aguento mais comer pizza e massa, só tem isso aqui ) e partimos para a Piazza del Popolo, uma grande praça de Roma que tem uma das mais “magníficas” igrejas de roma, mas quando fomos entrar, fechado, só iria abrir as 15:30 e a nossa visita ao Vaticano estava marcada para as 15:00 sendo assim, não entramos nesta igreja. Demos mais uma volta na praça, que também estava com uma parte reformando, tiramos foto de umas estátuas bem sensacionais lá e fomos pegar o metrô para o Vaticano.

Chegando no Vaticano, não enfrentamos fila e começamos a visita pelo museu do Vaticano, lá é tudo, mas tudo mesmo impressionante, acho que todo mármore do mundo esta lá. Depois de caminhas por várias estatuas, caras de santos e apóstolos e bla bla bla, sala de mapas geográficos, tapetes etc etc chegamos ao grande momento: A Capela Sistina, e ela é foda mesmo.

As pinturas são sensacionais. Em fotos não conseguimos ver o efeito 3D que elas possuem, é muito legal MESMO. Pena que não pode tirar foto e nem filmar.

Passando pelo Museu fomos para a pinacoteca onde vimos várias obras, pinturas, esculturas e também aqueles famosos ovos de ouro, diamante, rubi etc etc de Fabergé.

Depois fomos ao museu de arte profana que também fica dentro do vaticano e vimos várias esculturas de deuses e coisas muito antigas, mas muito antigas mesmo, cerca de 400 anos antes de cristo, isso mesmo 400 anos ANTES de cristo.

Ai chegou o horário do Vaticano fechar e os seguranças pediram pra gente sair. Começaram a seguir a gente até o final, cerca de 6 seguranças seguindo a gente ao mesmo tempo enquanto saíamos do museu. Foi bem estranho isso.

Ai fomos para a Basílica de San Pietro, e mais uma construção daquelas de espantar, tudo gigante, com mármore, ouro, esculturas enormes e um pé direito de uns 50 metros :)

La dentro também tem a famosa Pietá da mesma tartagura ninja de antes. Muito legal também.

Terminamos o dia voltando para o hotel um pouco mais cedo que o normal e comendo aquele mc donals básico.

Depois disso tudo tivemos o pior dia de dor no pé até agora várias vezes tivemos que parar, sentar em algum lugar para descansar um pouco e fazer uma massagem nos pés. Hoje foi realmente dificil. O pé esta doendo mesmo quando estamos deitados na cama.

Amanhã é o último dia em Roma e vamos ver o castelo de San Angelo.

Abraços pra todos

DICA PARA AS MULHERES: Não vão a Basílica de San Pietro com saia acima do joelho. Uma mulher foi proibida de entrar bem na hora que estávamos entrando. Muiezinha indecente.


Comentários

Comentários

2 thoughts on “Conhecendo o Vaticano

  1. Jana Bevilacqua

    - Edit

    Reply

    Dá para ver que ele faz piadinha com tudo né? Quase morro de rir com as bobeiras dele! hahahahahaha…

    Bom, vou comentar mais algumas coisas a mais sobre o dia de hoje. Não esqueça de clicar no ‘ver mais’ se quiser ler o comentário completo.
    – A Basílica Santa Maria Degli Angeli é especial por aproveitar parte the estrutura de um antiquíssimo complexo de termas e por ter sido boa parte planejada por Michelangelo. As Termas de Dioclesiano ocupavam antes uma área gigante de mais de 13 hectares e possibilitava o banho termal para mais de 3 mil pessoas ao mesmo tempo!

    – Foi muito decepcionante não conseguir ver a Ara Pacis e o Mausoléu de Augusto :-( Tem que ver como tem coisa em reforma aqui em Roma! Quase todo lugar que vamos tem uma parte tampada e/ou inacessível e ainda sim a maioria das coisas parecem bem largadas e mal cuidadas. Fiquei inconformada pela Praça do Povo estar em reforma. Não deu para sentir a grandiosidade e muito menos perceber a simetria deste lugar, mas pelos detalhes que vimos, deu para perceber que é um lugar lindo.

    – (Essa parte é especial para a Ana) Já falei das pizzas daqui e hoje comemos de novo na hora do almoço. Realmente é difícil encontrar restaurantes que sirvam outras coiasas além de massa e pizza e, como a pizza é beeeem mais barata, acaba sendo a opção mais escolhida tanto por nós como pela maioria dos turistas, pelo que pudemos observar. A de hoje estava ótima, com um molho de tomate super fresquinho. A diferença maior é que no Brasil montamos a pizza inteira e botamos tudo no forno, de preferência de um jeito em que tudo fique bem juntinho e misturado. Aqui, os ingredientes de ‘mistura’ são colocados sobre a pizza e em pequena quantidade. Fica tudo meio solto. Além disso, a massa é bem mais fininha.

    – Em relação ao Vaticano, minhas expectativas estavam concentradas na Capela Sistina, nas obras de arte the Pinacoteca e na Pietá. Não sou cristã e não mexe comigo a história the igreja em si. Achava que lá só veria santos e coisas do tipo, mas na verdade há também outras coisas interessantes. Adorei o museu de arte ‘profana’ (só odiei o nome! pra mim é muito mais sagrado do que o resto todo…), que mostra obras de arte pagãs, de antes de Cristo. A Capela Sistina é de cair o queixo mesmo. É fato que não dá para ter a menor idéia sem estar lá. Olhar as fotos não dá idéia the genialidade, principalmente de Michelangelo. A Pietá é linda, mas fica bem longe, dentro de uma mega estrutura de vidro super protegida. Tem uma cópia na saída dos museus vaticanos que mata mais a vontade de apreciar os detalhes. A Pinacoteca tem obras de arte incríveis de Rafael, Michelangelo, Caravaggio e outros, mas tivemos que passar muito rápido pois estávamos com o tempo curto. A exposição de Fabergé, com os ovos adornados de pedras preciosas foi o que mais gostamos. É realmente LINDO! Tirei várias fotos e vou colocar em um álbum especial :-)

  2. Pingback: 4 Dias em Roma « MJTrips

Add Comment