Bruxelas: simpática, charmosa e tranquila

Hoje foi nosso primeiro dia em Bruxelas. Chegamos ontem em Frankfurt, depois de um vôo de 11 horas e já emendamos logo uma viagem de quase 4 horas até Bruxelas. Não sei porque achamos que isso seria bom!

(Mentira, sei sim. O Marcos ainda acha que foi uma boa idéia e eu acho que foi uma cagada! kkkkk)

Quase morremos para chegar aqui, de tão cansados. Paramos até na estrada para dormir meia hora! A sorte é que aqui as estradas sempre têm umas áreas de descanso.

Bom, mas deu tudo certo e chegamos inteiros. Antes de pegarmos a estrada, de verdade, paramos em uma cidadezinha super bonitinha, perto de Frankfurt, pois queríamos já passar num mercado e abastecer a nossa “despensa”, já que a nossa intenção é cozinhar para o Murilo e garantir uma alimentação decente para ele durante nossas férias.

Durante a viagem vimos vários lugares bonitos, muitos aerogeradores e um pôr do sol lindo – mas o sono foi maior que tudo isso, sem dúvida! o.O

Chegamos ao hotel por volta das 23h30, tomamos banho, arrumamos as coisas e empacotamos. Dormimos pesado até hoje de manhã, quando nossa aventura começou de verdade :D

Como estávamos extremamente cansados, acabamos acordando depois das 8hs. O Murilo não queria saber de acordar, então ajeitamos e fizemos tudo com calma. Ele foi acordar por volta das 10 horas e conseguimos sair perto das 11 da manhã.

Nosso hotel é relativamente perto da Grand Palace – uns 15 minutos caminhando. O trajeto foi bem interessante, pois já nos apresentou um pouco do que é a cidade, incluindo uma área não tão turística.

As ruas aqui para cima do hotel são muito, muito, muito tranquilas. Parece até uma cidade fantasma, de tanto “ninguém” que há nessas ruas. Engraçado que passamos lá em vários horários diferentes e tá sempre tudo muito vazio! E não é uma área visualmente abandonada, muito pelo contrário! É uma área bem preservada, muito bonita e cheia de prédios grandes, incluindo a parte de trás do prédio do parlamento e do senado belga.

DSC00185

DSC00186

Seguindo rumo a Grand Place, encontramos uma igreja muito linda e de tamanho impressionante – a Catedral de São Miguel e Santa Gúdula. O Marcos precisou voltar ao hotel e eu fiquei lá um tempo, sentada com o Murilo admirando a vista, tirando selfies com ele e ouvindo os sinos MARAVILHOSOS que tocam a cada meia hora em clima de total paz.

Catedral de São Miguel e Santa Gúdula
A Catedral de São Miguel e Santa Gúdula, construída no século 9.
Selfies na Catedral de São Miguel e Santa Gúdula
Selfies em frente a Catedral de São Miguel e Santa Gúdula, em Bruxelas

A partir desse ponto já é possível avistar alguns turistas, mas nada muito exagerado como em outras capitais. Continuamos descendo, vendo lugares lindos e muito organizados sempre com pessoas relaxando em qualquer pracinha, até chegar em uma outra praça simpática (Charles Buls), cheia de bares, restaurantes cafés e uma feirinha de artesanato pequenina, mas bem bonitinha.

Esquina em Bruxelas
Uma linda esquina de Bruxelas
Feirinha Bruxelas
Feirinha da Charles Buls. Bruxelas

Seguimos e chegamos a tão esperada Grand Place! Linda, reluzente, imponente. Estava relativamente tranquila e embora tivesse bastante turistas, não chegava a estar muvucada. Olhamos os prédios, observamos os detalhes e o Murilo caiu em sono profundo no carrinho!

Câmara Municipal de Bruxelas
A Câmara Municipal, na Grand Place de Bruxelas
Grand Place de Bruxelas
Grand Place, Bruxelas
Marcos na Grand Place
Chegamos! :D
Arquitetura Bruxelas
Arquitetura Linda na Grand Place de Bruxelas
Detalhe - Escultura Grand Place Bruxelas
Os detalhes dourados são mesmo reluzentes e espetaculares.
Murilo com Sono
Ficando com Sono

Ficamos lá mais uns minutos e começamos a andar em uma das ruazinhas até encontrarmos uma loja de waffles. Comi um com nutella e morango (3 euros) e estava bem gostoso, embora um pouco enjoativo. Mas a massa é mesmo DIVINA!- obrigada Marcos, por pegar uma fila bizarra e esquecer de pedir o “fresh cream” :P

Waffles de Bruxelas
Waffleeeeeees! – 1 Euro é o preço do “plain”, sendo que cada cobertura adicionada custa mais 1 Euro.
Waffles de Bruxelas
“Humm, Delicious” – Jana Aventureira (entendedores entenderão)

Continuamos a caminhada rumo ao Sablon, mas no meio do caminho desviamos para ver o Manneken Pis, já que estávamos super pertinho.

O Manneken Pis é a famosa estatueta de um garotinho que faz xixi em uma fonte. Essa imagem é famosa no mundo inteiro e é muito usada em jardins, fontes e fachadas de consultórios médicos – eu nunca soube que “a original” era de Bruxelas e nem que era tão famosa. Mas o fato é que o menino costuma ser vestido com roupas comemorativas e ilustra tudo quanto é cartão postal da cidade.

Ele tem 60 centímetros de altura e fica localizado em uma esquina, sempre fácil de identificar por causa da super lotação. Achamos que toda a população de Bruxelas e todos os turistas estavam ali, observando o menino.

Manneken Pis - Bruxelas
Manneken Pis, peladinho como veio ao mundo.

Tiramos algumas fotos e seguimos rumo ao Sablon – uma região muito bonita e aparentemente mais sofisticada da cidade. Visitamos o jardim, que embora pequeno é bem charmoso e começamos a andar de volta para o hotel.

Sablon, Bruxelas
Rumo ao Sablon – Morrinho Chique, cheio de restaurantes simpáticos
Sablon, Bruxelas
Mais bares, restaurantes e cafés no caminho para o Sablon
Sablon, Bruxelas
Uma linda e florida rotatória, já no coração do Sablon
Notre Dame du Sablon, Bruxelas
A linda e gótica Notre Dame du Sablon, do século XIV
Notre Dame du Sablon, Bruxelas
A Notre Dame vista do Jardim
Jardim do Sablon, Bruxelas
Eu, sentadinha e relaxando por 2 segundos, antes de um guarda me dizer que não podia sentar ali! kkkk
Jardim do Sablon, Bruxelas
Marcos (sempre) empurrando o carrinho e o Murilo desmaiadinho ali dentro, com o fuso todo bagunçado ainda
Estátuas do Petit Sablon
Detalhe das Esculturas que ornamentam o Jardim Petit Sablon. São 48 estátuas que representam profissões históricas

No caminho de volta para o hotel vimos a Casa Real, que apesar de ter esse nome, não é onde moram o Rei e a Rainha da Bélgica, mas é onde eles trabalham e passam boa parte do tempo.

Esse Palácio fica de um lado do Parque de Bruxelas (Warandepark) e do outro lado, fica o Parlamento – aquele prédio que comentei no início do texto e que fica bem pertinho aqui do hotel. Atravessamos o parque, encontramos vários soldados armados com metralhadoras, caminhando calmamente em volta do Parlamento. Eu tentei fugir em vão, pois eles estavam em todos os lugares. “Desencanamos”, continuamos e chegamos de volta ao hotel.

Bruxelas

Para registrar e tirar a prova do quanto andamos, resolvemos refazer o trajeto que lembramos no Google Maps e deu cerca de 4.3km de caminhada. Nada mal para dois sedentários.

Caminhando em Bruxelas
Pouco mais de 4Km caminhando hoje por Bruxelas. Cansados, mas felizes!

Fiz um almocinho pro Murilo, deitamos e descansamos um pouco e saímos novamente para ver a Grand Place acesa. Nesse novo passeio, conhecemos um pouco melhor as ruas de trás da Grand Place, incluindo uma região gay friendly muitíssimo animada, a entrada da Galerie de la Reine (que pretendemos visitar amanhã), uma grande avenida que estava fechada e com pistas de skate montadas (em plena quinta-feira, por volta de 19 horas!) e outros lugares lindos.

Ruas de Bruxelas
Ruas de Bruxelas
Batatas Fritas de Bruxelas
Claro que demos uma paradinha para AQUELA batata frita tradicional da cidade!
Street Art em Bruxelas
Uma área “gay friendly” super animada e cheia de bares, restaurantes e cafés. Detalhe para o mural lindo que emoldura a cena.
Street Art em Bruxelas
A outra esquina, exatamente do lado oposto ao da esquina anterior, também exibindo um enorme mural.

O que me chamou atenção, aliás, foi ver que há muita arte urbana espalhada pela cidade. Quando não são grandes painéis ilustrando as esquinas, são pequenas plaquinhas penduradas, ou lambe-lambes, ou grafites em locais estratégicos – o que dá um ar bem moderno e despojado em uma cidade antiga e toda cheia de um certo glamour.

Street Art em Bruxelas
Uma escultura de um seio e uma plaquinha de serpente ilustram a esquina da Bouchers Beenhouwers, em Bruxelas
Tim Tim - Street Art em Bruxelas
Tim Tim sempre presente, claro.
Street Art em Bruxelas
Mais uma esquina exibindo um grande painel
Street Art em Bruxelas
Outras plaquinhas. Essa do gatinho eu vi também em outros lugares. Não é lindo?
Street Art em Bruxelas
Essa linda placa fica na esquina no Manneken Pis. Eu fiquei mais curiosa sobre ela do que sobre a famosa estátua, para ser sincera :P – aliás, olha o gatinho aí de novo!
Street Art em Bruxelas
Apaixonei nessa casinha…
Street Art em Bruxelas
Um grafite em uma caixa de força (ou algo do tipo), que víamos no caminho entre o hotel e a Grand Place

Sobre a Grand Place, ela fica realmente linda iluminada. O dourado dos detalhes é estrategicamente valorizado com as luzes, então ela se torna ainda mais charmosa e “ryca”. É verdade também que a praça LOTA no final da tarde, permanecendo assim até sabe-se-lá que horas. Saímos de lá perto das 23hs e ainda estava muito cheia.

Grand Place Bruxelas
A torre da Câmara Municipal
Grand Place Bruxelas
Detalhes antes do Por do Sol – Grand Place
Grand Place Bruxelas
O Dourado do Fim de Tarde
Grand Place Bruxelas
Esperando o acender das luzes…
Grand Place Bruxelas - Fim de Tarde
Grand Place: vale a pena visitar de manhã, de tarde e de noite!

O clima é de total descontração, com muitas pessoas sentadas no chão, no meio de toda a praça – muitos turistas tirando fotos, selfies e mais fotos e mais selfies… grupos de jovens sentados em roda, tocando violão, outros fazendo piquenique e famílias inteiras deitadas observando as luzes, as lindas casas e os turistas.

Fim de Tarde - Grand Place Bruxelas
Final da Tarde na Grand Place: descontração total

This slideshow requires JavaScript.

Grand Place Acesa - Bruxelas
E finalmente as luzes se acenderam…
Grand Place Bruxelas - noite
E o espetáculo começou!

DSC00300

DSC00292

DSC00288

DSC00285

O sol se pôs por volta das 22 horas, então chegamos no hotel quase 23h30, depois de uma bela caminhada morro acima na escuridão – que lugar vazio!!!!

Amanhã vamos conhecer o Atomium, a Mini Europe e mais algumas ruazinhas…

Até lá :)


Comentários

Comentários

Add Comment